Um rapaz (das Forças Especiais) às Terças::Força de Submarinos


Submarin

Ainda estamos no “mês dos submarinos brasileiros”. Assim, causa:: tem o prazer de apresentar a seus seis leitores (contadinhos, vocês sabem…) o Estágio de Qualificação para Futuros Comandantes de Submarinos. Realizado nas dependências da Centro de Instrução Almirante Átila Monteiro Aché (CIAMA), base da Força de Submarinos (ForSub), ilha de Mocanguê, Niterói, RJ.  O rapaz da foto não é tão rapaz assim: é um oficial da MB sendo instruído num simulador de compartimento de comando de submarino classe “Tupi”. A foto foi tomada durante um estágio de formação de comandante de submarinos, que prepara capitães-de-fragata (oficiais superiores já com curso de estado-maior) para eventualmente ocupar o posto de comandante de submarinos. Por sinal, causa::, no interesse da cultura submarinística de seus seis leitores, recomenda a leitura deste recurso de pesquisa. Divirtam-se!::

Anúncios

5 pensamentos sobre “Um rapaz (das Forças Especiais) às Terças::Força de Submarinos

  1. Vi uma vez no discovery channel que os americanos simulam até inundação de submarino. Será que tem dessas coisas legais nos simuladores do Tupi?

    • Luiz e Renato,
      é uma grande base, não imagino q exista outra igual nas Américas, fora dos EUA. Tenho um amigo, um dos poucos jornalistas realmente especializados em temas militares, q diz que o Brasil aproveitou bem as lições dos americanos, durante e após a 2a GM. O problema foi a ditadura militar. Curioso, não é? Ainda assim, os militares brasileiros são bem treinados, atualizados, relativamente cultos – enfim, são uma boa amostra da classe média brasileira, de onde saem, na grande maioria. Tem sido deixados a pão e água nos últimos 30 anos – é uma das categorias de funcinários públicos do executivo e, assim, mal pagos e vilipendiados. A imprensa só se lembra deles em dois casos: ou para falar mal ou para invocá-los como justificativa, qdo levantam argumentos espúrios (como no caso dos submarinos e dos Rafale.

      Por sinal, Renato, a BACS tem um simulador de controle de avarias, sim. Dizem q treinar naquilo é um estresse, pq em certas condições, eles simulam a morte da tripulação, por afogamento ou sufocação.

  2. Fiquei muito interessada em saber se possue algum tipo de material relacionado ao CAV do submarino Tupi S 30,pois o meu interesse esta relacionado ao fato de esta elaborando uma monografia para apresentacao na Universidade Estacio de Sa ,conclusao do meu curso de graduacao tecnologica :Tecnologia em Seguranca do Trabalho.
    so para esclarecimento o Cav para nós tecnologos de seguranca corresponde ao mesmo que Brigada.Fico agradecida pela atencao Andresa

    • Andressa, sds.
      O CAv de univades navais é um pouco diferente da Brigada de Incêndio civil. No caso do CAv, ele é um Departamento – navios são divididos em “Departamentos”: tem o de máquinas, de sistemas de armas, de logística, e por aí vai. Inclusive, existem, na Marinha, “navios” q são prédios, onde está uma unidade q, ao invés de um “diretor” tem um “comandante”. Essa divisão tem um chefe e um “fiel” – em alguns casos, em unidades de pequeno porte, tem apenas o fiel. Toda a tripulação tem treinamento em CAv, já q, num navio de guerra, que está de serviço é responsável pela área em q atua e tem de ter capacidade de iniciar o controle de um dano ou situação de ameaça na respectiva. O pessoal recebe treinamento no Centro de Instr Alte Marques Leão (CIAML, ou “Camaleão”, como diz o pessoal – eu mm fiz um lá, e todo mundo q pisa num navio tem de ter esse curso), q abrange situações mais “gerais”: incêndio, falha física de sistemas, destabilização, homem ao mar, e por aí vai. Num submarino, como os sistemas são mais complexos, imagino q os cursos sejam diferentes. Descobri esse artigo na rede, q pode ter alguma utilidade pra vc. Se vc ler inglês, dê uma olhada neste.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s